Bolsonaro e Petrobras


O presidente interferiu na política de preços da Petrobras. Ao pedir a Roberto Castello Branco, presidente da Petrobras, uma revisão no aumento do diesel, ou seja, para adiar o aumento de 5,74% , foi até chamado de “dilmo”.
No entanto, o fato é que os líderes dos caminhoneiros, responsáveis pelo transporte de cargas, ameaçaram uma greve, o que chegou aos ouvidos do ministro da Casa Civil. Onyx Lorenzoni ligou para o ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, pedindo mais informações, e correu para falar com Bolsonaro.
A greve seria, segundo Onyx, “um solavanco” na economia. Sem falar nas consequências políticas de uma paralisação no momento em que o governo luta para aprovar, na Comissão de Constituição e Justiça, a constitucionalidade da reforma da Previdência, sem comprar votos, como era a prática, e contra o comportamento deletério do vandalismo de gleisis, kokays, marias do rosários e toda a gangue que quebrou o Brasil e quer o fracasso dos ajustes que eles NÃO fizeram. Ou seja, quanto pior melhor, porque é assim que acham que voltarão ao poder.
Como se o eleitor não soubesse que os governos do PT&cúmplices tornaram a Petrobras a empresa mais endividada do mundo — que caiu no ranking das maiores empresas do planeta de 30º para o 416º lugar. E, para variar, nós o povo, é que estamos pagando esse prejuízo, causado pela corrupção e incompetência.
Com isso os especuladores derrubaram a Bolsa de Valores, que caiu 2%. As ações preferências da Petrobras, que são as mais negociadas, caíram quase 8%, e a Petrobras perdeu mais de R$ 32 bilhões em valor de mercado.
Essa queda pode e será revertida, ninguém tem dúvidas. Lucra quem vende na alta e compra na baixa, é assim que funciona. Mas a reforma da previdência significa um montante de R$ 1 trilhão de economia, para que o Brasil não quebre e volte a crescer, além do fim de privilégios inaceitáveis.
Ou seja, nem tudo é o que parece, e a não interferência no preço do diesel poderia causar um prejuízo bem maior.
Mas eu não sou economista. Apenas observo os fatos e imagino as consequências. No momento, gosto mesmo é de fazer tricot.

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *