A China e as Nossas Senhoras

A China é uma ditadura. Prendeu o médico que denunciou o coronavírus e que depois morreu. Deu sumiço em blogueiros. Expulsou jornalistas do The New York Times e do The Washington Post, entre outros. Ren Zhiqiang, o bilionário chinês que criticou a forma como Xi Jinping lidou com a epidemia do novo coronavírus, está sob investigação e foi detido.” [Fonte: Observador, Portugal]. Nunca mais se ouviu falar nele.

A China tem muuuuito mais dinheiro e poder do que os soros da vida, os rockfellers, etc. Inclusive devem ser aliados.

O genocida Mao Zedong (Mao Tsé-Tung) foi responsável por um grande número de mortes, com estimativas variando de 30 a 80 milhões de vítimas causadas pela fome, perseguição, trabalhos forçados e execuções em massa.

A política de filho único na China em quatro décadas, desde que começou até ser encerrada em 2015, foi responsável por mais de MEIO BILHÃO DE ABORTOS. Agora, o aborto é permitido e praticado livremente no mundo inteiro.

Matéria de 2013 publicada pelo The Telegraph diz: “As estatísticas oficiais mostraram que, além dos abortos, os médicos chineses esterilizaram 196 milhões de homens e mulheres desde 1971. (De que etnia? Ninguém sabe.)

O regime comunista afirma que a maioria das pessoas na China apoiavam a política do filho único, acreditando que o país teria ficado sem alimentos e recursos caso não fosse implantada, de acordo com uma pesquisa de 2008 do Pew Research Center (como as pesquisas DataFalha?), que apontou que três em cada quatro chineses eram a favor.

Até 2013, porque não encontrei informações mais recentes, eram feitos cerca de 13 milhões de abortos na China por ano, ou 1.500 por hora, de acordo com pesquisadores do governo, que atribuíam os altos números à falta de educação sexual. [Fonte: https://www.telegraph.co.uk/news/worldnews/asia/china/9933468/336-million-abortions-under-Chinas-one-child-policy.html ]

A Igreja sempre teve santos que tiveram aparições de Nossa Senhora, seguidas de muitos milagres. Temos Nossa Senhora de La Salette, N. S. de Fátima, N. S. de Lourdes, Nossa Senhora de Guadalupe, entre incontáveis outras.

A imagem que ilustra este texto é uma foto do corpo intacto de Santa Bernadette, Bernadette Soubirous (7/1/1844 –16/4/1879) que, desde 3 de agosto de 1925, está exposto em uma urna de cristal na capela do convento de Saint-Gildard, em Nevers, França. A cidade fica na Borgonha, a 260 quilômetros de Paris.”

Hoje em dia a Igreja não obriga ninguém a acreditar em nenhuma das aparições da Virgem Maria ao longo da história. Acredita quem quer. Eu, por exemplo, acredito.

Mais recentemente, Nossa Senhora apareceu no Japão, no Brasil, na Bósnia e Herzegovina e no vilarejo de San Sebastian de Garabandal, na Espanha. De 1961 a 13 de novembro de 1965, 4 meninas de idades entre 11 e 12 anos, viram Nossa Senhora: Conchita González, Mari Cruz Gonzáles, Jacinta González e Mari Loli Mazón. Padre Pio se comunicava com as videntes.

O aumento incontrolável do aborto, segundo as palavras da Santíssima Virgem, é um sinal profético, claro e inequívoco de que rumamos a passos largos para o “ápice do caos” mundial, porque a Mãe disse que seria o “transbordar total da taça…” . Isso é referido no livro alemão sobre as aparições de Garabandal intitulado: “Der Zeigefinger Gottes”, Albrecht Weber. Hoje a esquerda conseguiu aprovar nos Estados Unidos, como por exemplo em Nova York, o aborto de fetos de até 9 meses de gestação. Trata-se de assassinato pura e simplesmente.

[ Link: https://www.apostoladodegarabandal.com/o-aborto-foi-falado-em-garabandal/ ]

As aparições de Nossa Senhora em Medjugorje, que disse ser a “A Rainha da Paz”, tiveram início em 24 de junho de 1981, continuam até hoje e confirmaram o que Nossa Senhora disse em aparições anteriores. Ela também avisou de um grande castigo e pede orações e jejum a pão e água nas quartas e sextas feiras. E ela sempre disse que o comunismo era instrumento do demônio e seria responsável pelos castigos que estão previstos para a humanidade, caso as pessoas não se convertessem. Quem quiser pesquisar melhor encontra no Google incontáveis links para o assunto.

O partido comunista chinês hoje é a maior ameaça ao mundo. Li, inclusive, em uma matéria publicada na França, cientistas denunciando a declaração do ministro da Guerra Chinês em 2015, que a China estava desenvolvendo vírus que afetavam etnias específicas, para serem usados em guerras biológicas.

Acho que fica difícil entender o que está acontecendo. Repare que a esquerda não toca mais no nome de Cuba. O vermelho da vez é da China. Quem viver verá.

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *