O segredo dos Estados Unidos

Foto: Arquivo Google – Isto É Independente

Não tenho dados precisos em mãos aqui, mas cerca de 15% da população americana – mais de 300 milhões – é formada por imigrantes e seus descendentes.

Hoje, enquanto esperava o teleférico para o parque da Disney, fiquei observando a composição étnica das pessoas ao meu redor.

Não os turistas, mas as pessoas que trabalham e vivem aqui.

Tem de um tudo: desde os tradicionais latinos até chineses, passando por africanos e europeus.

São rostos de todos os traços e cores, adereços de todos os povos. Se há um país onde existe – e convive – realmente a diversidade cultural em larga escala, é aqui.

Fiquei matutando sobre como os Estados Unidos conseguiram, apesar de toda essa multiplicidade incrível de influências, preservar e até expandir sua essência.

Penso que a resposta está, em parte, nos que vieram.

Quem abandonou sua terra natal e passou a viver aqui não veio com o propósito de enriquecer predatoriamente e retornar ao seu país de origem.

Ao contrário: vieram, em sua maioria, acredito, com a intenção de unir sua cultura à dos Estados Unidos, fundindo-as em uma única, caracterizada pelo respeito à essência da nação americana: honra e liberdade.

Acho que esse é o (ou um dos) segredo dos Estados Unidos para crescer cada vez mais.

Seu coração já é naturalmente grande – e recebe todos os que vem em paz.

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *