Minha cidade reabriu hoje

Foto: Google – WRI Brasil

E, não, eu não vou soltar fogos comemorando. Nem vou pedir a cabeça do prefeito. Acho que a situação que o mundo vive é complexa e não há, ainda, solução simples. Acho que há soluções, assim, no plural, e de acordo com cada situação.

Sendo assim, repito o que já disse uma vez aqui: quem pode e quer ficar em casa, ora, que fique. Quem precisa e quer sair, ora, que saia.

“Ain, você está colocando a economia antes das vidas!”

Pode parecer incrível para quem está aproveitando a quarentena para reler “O Processo”, de Kafka, mas existe uma fração considerável de pessoas – ah, que “fração considerável” o quê! – para a MAIORIA das pessoas VIDA e ECONOMIA se fundem:

Não existe uma sem a outra.

É um exército de gente, que é invisível para o nosso hipotético leitor de Kafka: catadores de latas e de papel, flanelinhas, domésticas, cozinheiros, a lista é imensa!

Parabéns se você está aproveitando a quarentena para testar receitas de sushi, fazer aquele curso on line de fotografia pelo celular, aprender novas asanas de yoga ou praticar russo com aquele amigo da Crimeia.

Mas tente compreender e tente não julgar, que, do outro lado – e você nem vê! – há uma multidão que vive um dia de cada vez. Aliás, sobrevive.

Talvez você deva mesmo reler “O Processo”, de Kafka.

Talvez lhe ensine algo sobre o que estamos vivendo.

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *