3 de julho de 2022
Joseph Agamol

Meu day-off

Três coisas que detestei e duas que amei em meu day-off de agora no shopping.
Depois das agruras que descrevi no meu post anterior – fui colher sangue – resolvi que precisava tirar o resto do dia de folga.
Trotei para o shopping mais próximo, em busca de livros, comida e café – não necessariamente nessa ordem.
Primeira parada: Starbucks da Saraiva. Um cappuccino honesto e sério. Aí já dei de cara com as tais três coisas que detestei.

Parece que virou modismo o uso de palavras chulas em títulos de livros. Um desses ainda tem a justificativa de que o nome original é exatamente o mesmo, o tal “A arte de ligar o f…-se”.


Porém, o “Humanos” não: em inglês, o título é só “Humans” – e coube ao nosso tradicional apego pela chuleiragem e vulgaridade – que alguns chamam de “irreverência” – o adendo grosseiro.

Parti para o Fiftys, em busca do melhor Mac’n’cheese que vende nessas bandas e da batata trufada.

Para completar, o maravilhoso – e, por incrível que pareça, brasileiro – chocolate Dengo. É, Dengo. Dê uma chance apesar do nome.

O chocolate me adoçou mas o travo de ver livrarias sendo conspurcadas por obras com nomes tão fuleiros persistiu.

author
Professor e historiador como profissão - mas um cara que escreve com (o) paixão.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.