Fátima (uma oração)

Salve, Rainha.
Porque hoje é teu dia, e porque todos os dias são teus, na verdade.
Pois, quanto a mim, que sou só um pequenino,
Tantas vezes sozinho, tantas vezes escondido, tantas vezes prestes a chorar
Bastou-me segurar por instantes a barra de teu manto orlado de estrelas cadentes e fogos fátuos
Para que meu coração acendesse novamente e meu rosto secasse.
E te faço mais uma oração, só mais uma, entre milhares que lhe compõem todos os dias…
Mas eu sei que tu me ouves, assentada em tua glória em teu trono cósmico sustentado por criaturas de todos os tempos!
E eu sei que desdobras tuas longas asas de águia dourada, e pousas ao meu lado, só uma criança entre tantos caminhos…
E pousa sobre mim um olhar que é cobertas em noites frias,
E me sorri um sorriso que é ouro, chocolate e sol e lua e cama macia e carinho de mãe
E tu me seguras a mão e me leva em segurança pela estrada,
Meu sol da manhã,
Minha volta para casa…
Salve, Rainha.

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *