Retomando o controle

Queridos amigos e leitores,
Imagem: Arquivo Google – “Eu Sem Fronteiras”
Cá estamos novamente na virada de mais um ano, quando juramos que este vai ser o ano da virada e planejamos mudanças como se tivéssemos apertado um botão de reset em nossas vidas.
Sentimos que tudo é possível, que basta ter força de vontade ou vergonha na cara que vamos conseguir mudar aquilo que tanto desejamos. Infelizmente, a maioria de nós perde a energia e determinação em poucas semanas porque voltamos aos antigos hábitos com uma rapidez incontrolável. Na verdade, é mesmo quase incontrolável… Quase.
Que em 2020 você se descubra e se deslumbre consigo mesmo. Que você encontre o “quase”, e para isso, vou dar uma mãozinha. Uma simples fórmula conhecida há séculos, mas pouco praticada:  “mind over matter” (a mente comanda a matéria), o que já foi dito em diferentes tempos e idiomas, mas muitos ainda se recusam a entender.
“Conheça-te a ti mesmo” – Sócrates
“Conhece teu inimigo e conhece-te a ti mesmo;
se tiveres cem combates a travar, cem vezes serás vitorioso.
Se ignoras teu inimigo e conheces a ti mesmo,
tuas chances de perder e de ganhar serão idênticas.
Se ignoras ao mesmo tempo teu inimigo e a ti mesmo,
só contarás teus combates por tuas derrotas.”
Sun Tzu – A Arte da Guerra (Cap. III – DA ARTE DE VENCER SEM DESEMBAINHAR A ESPADA)
Eu sempre fui uma pessoa curiosa, sonhadora, sedenta por aprender e influenciável por mentes brilhantes. Sempre admirei a mente humana e todos os seus cantos sombrios e magníficos, por isso não foi difícil aceitar que o cérebro comanda absolutamente tudo em nosso corpo, inclusive as nossas emoções e pensamentos.
Se você tem dificuldades em entender isso, continue lendo. Se você decididamente não acredita nisso, continue lendo. Mas se você não quer acreditar nisso, então pare de ler aqui. Nada muda se não mudarmos as nossas crenças. A boa notícia é que há como mudarmos a nossa crença, basta querer.
É preciso entender que o nosso corpo e a nossa mente estão ligados pelas nossas emoções e a melhor maneira de entender isso é através de uma simples fórmula: as nossas crenças geram os nossos pensamentos que geram os nossos sentimentos que causam as nossas ações que moldam a nossa vida.
É simples assim. E se você não acredita em mim, mesmo eu tendo conseguido resultados incríveis aplicando este conhecimento, talvez você acredite em neurociência, física quântica e psicologia. Estas três ciências têm pelo menos algo em comum. Todas confirmam que o cérebro é a origem de todo o comportamento humano, pois ele comanda os pensamentos, sentimentos e ações. Portanto, mudando o cérebro, mudamos a nossa realidade. Repetindo: a nossa mente gera os pensamentos que geram as emoções que comandam as nossas ações que geram resultado que moldam a nossa vida.
Na física quântica, um famoso estudo chamado o Efeito do Observador, prova que o elétron muda o comportamento com a presença de um observador. Faça uma experiência você mesmo. Pense em uma mesma situação que ocorreu com você em ocasiões diferentes e que você tenha tido reações opostas e você vai ver que a única coisa diferente entre as duas situações era o seu estado de emocional. Portanto, a sua mente cria a realidade à sua volta.
Outro exemplo é que, em um mesmo ambiente de trabalho, algumas pessoas se sentem felizes e outras não. O ambiente físico do trabalho é o mesmo, as pessoas são as mesmas, o clima (chuvoso ou ensolarado) é o mesmo e o horário de trabalho é o mesmo para os sujeitos A e B, então, por que eles têm uma percepção diferente sobre a mesma realidade? É que não é a mesma realidade.  Cada um tem uma percepção diferente e o modo de pensar de um e de outro altera a realidade para um e outro. E o modo como vemos o mundo à nossa volta tem a ver com o modo como fomos programados para vê-lo.
Continuamos nas próximas publicações…

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *