Sinal dos tempos!

Foto: Google – Estado de Minas

‘Paciente’ intuitivo, iniciado nas lides sindicais, mistificado por oportunistas e ignorantes, debocha de um Doutor de reconhecido mérito por instituições nacionais e estrangeiras de saúde pública.

Insultos de desqualificados não merecem resposta.

Mas, Dr Teich achou importante responder por entender que a boçalidade do ‘paciente’- uma indireta juvenil ao governo- é grave ofensa pessoal.

Fez bem!

Respondeu mais à população que ao insulto de um desqualificado, deixando de lado firulas em defesa do governo que agora serve e abrindo algumas questões.

Depois de resumir seu currículo, disse ele: ” Eu nasci do serviço público e tudo que sou devo a ele. Eu tenho uma dívida com a sociedade que pagarei agora como Ministro da Saúde do Brasil.”

Slap!

A essa sutil resposta, as mentes mais atiladas complementam: todo cidadão brasileiro – independentemente das suas poses, extrema pobreza ou formação intelectual/profissional – é hoje o sacrificado devedor / fiador de uma dívida gigantesca, proveniente de um ‘legado’ marcado por 16 anos de governos corruptos e incompetentes.

O “paciente’ é o arauto da demência coletiva de que toda sociedade brasileira deve a ele.

Ele nada deve à Nação que, aliás, sustenta seu luxo de ex presidente/presidiário.

E mais, graças às investidas irresponsáveis do ‘paciente’ e sua malta de seguidores, empenhados em rachar a nação, se tornaram os principais protagonistas da eleição que convergiu o maior número de eleitores para um candidato que tinha como principal promessa de campanha embarreirar o continuísmo petista no poder.

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *