Rio do Delírio de Janeiro

DSC003721
Não sei vocês, mas sou muito influenciável pela temperatura, clima, aura, horas do dia. Por exemplo, a chuva, a noite, o frio levam-me à introspecção, à melancolia. Sem dramas. Só assisti “A Paixão de Cristo” e “Apocalypto”, de Mel Gibson, à luz do dia. A noite acentua a violência, a tortura, o sangue, a morte. À noite filmes violentos ficam mais cruéis, mortais. Deve ser por causa do silêncio e da escuridão. Não gosto e ponto. “Cidadão Kane”, numa tarde em Ilhabela, é uma experiência e tanto. Agradável e recomendável!
Só tolero violência no cinema, adoro. Adoro, “ma non troppo”, nada explícito, please.
Gosto de filmes de guerra, de terrorismo, de ação; explosões, assassinatos, suspense, revoluções por minuto.
Na vida como ela é, repito: abomino. Odeio qualquer tipo de violência, principalmente tortura, venha de onde vier: do ocidente, oriente, oriente médio, extremo oriente. Só de ler, sinto-me mal sobre as torturas praticadas no Brasil e vizinhos, em seus devidos períodos militares. Odeio tortura policial e a praticada por bandidos. Nada as justifica. Nem Dilma e Lula merecem tortura! Merecem, por exemplo, minha maldição árabe favorita: “Que as pulgas de mil camelos infestem vossos sovacos e que seus braços sejam muito curtos para coçá-los!”.
Por que tudo isso? Porque andei vendo, revendo filmes e atos terroristas reais mundo afora.
Semana passada tratei do atentado em Nice, na França. Mas não dei, li, vi ou imaginei detalhes. Atentados a bomba ou tiros são terríveis e, se não matam na hora, podem ser muito dolorosos. Mas, imaginem morrer ou ficar gravemente ferido por atentado de caminhão… Imaginem as mortes horrorosas, ferimentos medonhos, ossos quebrados, órgãos esmagados, sangue no asfalto. Dores atrozes, algumas para o resto da vida, com aleijões…
Coisa horrorosa!
Por natureza, o terrorismo é covarde. Mata incautos e inocentes, mesmo quando ninguém é totalmente inocente e paro por aí, senão fico aqui até 2018.
Poesia num hora dessas? Por que tudo isso? Porque o Brasil prendeu terroristas. Terroristas brasileiros…
Difícil não rir. Por isso escolhi escrever à noite, pra ver se ficava meio melancólico e menos histriônico….
Terroristas brasileiros são iguais ao Bento Carneiro, o Vampiro Brasileiro do Chico Anysio, lembram? Bento bolava e rogava “malígrinas” maldições e vinganças para seus desafetos.
Terroristas brasileiros são iguais ao Capitão Feio, irmão de Mônica, Cebolinha, Cascão; filhos do Maurício de Sousa. Capitão Feio jogava raios de sujeira para emporcalhar e encardir o mundo.
Terrorista brasileiro é terrorista de FaceBook. Compra armas no Mercado Livre… Só rindo. Terroristas tupiniquins sabem nem o que é ideologia, acham que Estado Islâmico é igreja evangélica, sabonete ou grupo de funk.
Que imbecis! São de dar pena! E pior é que, mesmo imbecis, podem fazer muito estrago. Sim, porque pra ser terrorista, além de covarde, tem que ser muito idiota. Se eles não morrem, são presos ou ficam fugindo o resto da vida. Mas antes, podem matar muita gente. Isso se a bomba não estourasse no colo deles, como no Riocentro, onde o tiro saiu pela culatra.
Sim a grande contribuição mundial dos mineiros é a tocaia, a dos brasileiros é a chacina. Têm know-how.
E os terroristas brasileiros iam atacar quem? Políticos, polícia, atletas, o próprio povo? Reivindicando o que?
10 ou 12 bobos já estão presos. E temos mais 100 sendo monitorados. São simpatizantes? Apreciam um bom Estado Islâmico? Façam como os franceses em outros tempos. Coloquem todos num avião rumo ao Afeganistão, Síria, Iraque e arrabaldes.
Lembram do terrorismo no Brasil? Durante o mesmo período militar, nos anos 70? Risível! Assaltavam bancos, matavam um militar aqui, outro ali, estouravam uns traques, depois eram presos, torturados, mortos ou exilados. Nem o treinamento em Cuba funcionou… Vejam que triste fim de Policarpo Quaresma tiveram Zé Dirceu e Dilma… E o Genoíno Araguaia, Lamarca, Marighella…? E paro por aí, senão fico aqui até 2028.
Terrorista brasileiro, paraguaio, genérico. Terrorista de araque, de Shopping Center, de domingo. Brancaleones &Trapalhões.
E vem cá, depois de 13 anos de PT, o Brasil precisa de vulcão, terremoto, tsunami e terrorismo? Com Eduardo Paes, precisa desgraça pra arruinar as Olimpíadas? “Rio do Delírio e sol, acontece tudo por aqui. O desejo e o pavor são tão normais. Desvario e prazer se fantasiam em todos os carnavais”.
No filme Casablanca, o major nazista pergunta a Rick Blaine (Humphrey Bogart) se ele imaginava os alemães invadindo os Estados Unidos. Rick responde: “Tem certos bairros em Nova York que não recomendo invadir…”. Com pena dos terrorista, também não recomendo invasões em algumas favelas e cidades do Brasil, principalmente Brasília!
PS: Dengue (principalmente com a vacina FRANCESA a R$ 140) e outras doenças medievais e tropicais matam muito mais. A verdade é que o Brasil desmoraliza até o terrorismo.

Notícias Relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *