Alô torcida do Flamengo, aquele abraço!


Desde 1993 eu buscava a oportunidade de cantar este trecho lindo, da canção “Biscate”, do Chico Buarque:
“…Vives na gandaia e esperas que eu te respeite, quem que te mandou tomar conhaque, com o tíquete que te dei pro leite? Quieta, que eu quero ouvir Flamengo e River Plate…”.
Só mesmo o Chico para rimar River Plate com leite!
Como, só mesmo o Chico para fazer samba com outra palavra linda: paralelepípedo.
E olha que o Chico torce pro Fluminense, como torcia Nelson Rodrigues. E eu também.
Aliás, masoquista que sou, atraio as sádicas de plantão e torço para o Guarani, de Campinas; Fluminense, no Rio, Corinthians, em São Paulo e Atlético em Minas.
Se valesse o ditado “azar no jogo, sorte no amor”, eu teria um harém. Ou uma mulher só, mas “A” mulher, aquela do tipo que faz as outras serem apenas as outras.
Mas o assunto hoje é o Flamengo.
Claro que, apesar de ter escolhidos os times errados, adoro futebol. Amo Copa do Mundo e, claro, a Libertadores.
Fiquei seguindo os jogos amiúde. Torcendo para o melhor, já que os piores saíram logo.
Resumindo, estou encantado com o time do Flamengo! Tudo funciona como relógio, banco e chocolate suíços.
O time do Flamengo está fazendo uma coisa que eu não via há séculos no Brasil: jogando futebol.
É um alento, um descanso na loucura, um prazer testemunhar como goleiro, defesa, meio-campo e ataque estraçalham. Parece um trator, uma motoniveladora.
Não tem pra ninguém. O Flamengo vai levar tudo e, se bobear, com este time azeitado, será Campeão do Mundo.
Neste Brasil cada dia mais triste, o Flamengo é o ópio e o pio do povo.
Os jogadores sabem até driblar e fazer gol, coisas raríssimas no futebol brasileiro. A começar pela nossa Seleção, uma vergonha que atende pelo nome de Tite, CBF e outros incompetentes e bandidos.
Ontem, deu pena do Grêmio e do Renato Gaúcho. “Parecia a Alemanha em BH…”.
5X0 para Gaúcho é uma afronta!
Mas agora, para cantar “Biscate”, com Chico Buarque & Gal Costa, só dia 23 de novembro. Isso se Santiago estiver inteira…
E todo brasileiro deveria escutar “Urubu” de Tom Jobim; virar fã de Stendhal e ler “O Vermelho e o Negro”. Cores de calcinha…
Depois podem voltar ao verde e amarelo.
Não tenho ninguém pra mandar ficar quieta, porque certamente ela está na gandaia. Mas, no mínimo, vou tomar conhaque com leite, até derreter o River Plate.
ps: Esta crônica vai para a flamenguista mais querida, minha irmã Adriana, uma campeã!
#alotorcidadoflamengoaqueleabraco #biscatechicobuarque #leitecomriverplate #flamengoeriverplate #fluminensenelsonrodriguesechico #guaranifluminense #corinthiansatleticomineiro #masoquistaesadicas #copadomundolibertadores #flamengolibertadores #flamengotrator #flamengocampeaodomundo #titeimbecil #cbfbandida #gremiorenatogaucho #chicoegal #urubudetomjobim #stendhalovermelhoeonegro #calcinhapreta #calcinhavermelha #conhaquecomleite

Notícias Relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *