Vinícola Villa Santa Maria – SP

Localizada no Vale do Baú, próximo a Campos de Jordão, esta moderna vinícola brasileira é uma agradável surpresa. Fora do eixo mais tradicional da nossa produção vitivinícola, adota a técnica da poda invertida, desenvolvida pela EPAMIG, para obter bons resultados. Seus produtos são denominados Vinhos de Inverno.

Em termos práticos, podemos considerar o ano de 2004 como marco inicial, quando começaram a experimentar o plantio de viníferas. Já no ano seguinte, implementam um plantio de maior escala das castas Cabernet Sauvignon, Cabernet Franc, Merlot e Syrah.

Muito trabalho de campo, e cinco anos depois, acontece a 1ª vinificação. O resultado foi o melhor possível, confirmando que todo o planejamento fora acertado. Um vinho excelente!

Passo a Passo ampliaram seus vinhedos, incluindo castas brancas, Chardonnay, Sauvignon Blanc e mais recentemente Viognier.

Em 2019 já são 60 mil pés plantados, dos quais 50% estão em produção.

Dois de seus vinhos, o Syrah 2011 e o Brandina 2013 foram premiados internacionalmente.

Devidamente agendados, fomos recebidos pelo simpático Christian Pinotti, que conduziu o Tour pelas ótimas instalações com espaços para eventos, o restaurante Bruschetteria da Villa com interessantes opções de cardápio, que inclui um Menu Degustação de 6 passos, e uma bucólica cachoeira, para satisfazer aos amantes da natureza.

Nem tudo está pronto. A vinificação está sendo feita nas dependências da EPAMIG, aguardando a construção das instalações próprias.

Outro fator interessante é a escala do projeto: não é um megaempreendimento. A produção é limitada, mas de alta qualidade.

Nesta oportunidade, degustamos três vinhos, todos muito interessantes:

– Brandina Brut Chardonnay

Uma exclusividade que só poder ser obtida na vinícola. Bom perlage e boa acidez. Aromas tradicionais para este tipo de espumante. Muito agradável no palato. Perfeito para “abrir os trabalhos”.

– Brandina Chardonnay 2018

Elegante branco, de safra bem recente. Apresenta um leque de aromas e sabores que passam desde a tradicional maçã, notas florais, e de uma fruta atípica para as vinificações mais tradicionais desta cepa: banana.

Um vinho muito interessante, sutil e que remete ao estilo dos Chablis.

– Brandina Assemblage 2017

Um corte das uvas Merlot, Cabernet Sauvignon e Cabernet Franc. Um pouco jovem, mas já mostra um bom potencial. Passa por madeira o que acrescentas as notas caramelizadas, junto com as de frutas vermelhas e negras. Um toque de especiarias complementa a gama de aromas e sabores.

A marca é uma homenagem à matriarca da família, Vó Brandina.

Já visitamos vinícolas em diversos países, desde pequenos produtores que vinificam na garagem de casa até grandes empresas que distribuem vinhos para as maiores redes varejistas.

Esta nos deixou muito impressionados e felizes, por diversos aspectos, como estar perto de Rio e SP, ter um projeto arquitetônico que se integra completamente ao belo vale onde está localizada, e vinhos de excelente qualidade.

A visita vale cada minuto passado por lá.

Parabéns!

Saúde e bons vinhos!

Contato: Vinícola Villa Santa Maria

WhatsApp: (12) 99746-6298

Estrada Municipal José Theotônio da Silva, s/n Bairro do Baú – São Bento do Sapucaí (SP) a 10 km do Auditório Cláudio Santoro em Campos do Jordão.

Atendimento somente com reservas

Das 11h às 17h de quinta a domingo

Acessibilidade, conexão wi-fi gratuita, crianças e pet friendly

Site: https://villasantamaria.com.br/

Notícias Relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *