Vinhos para o Carnaval

Este é o território das “louras suadas” e para invadi-lo é necessária uma boa dose de ousadia e muita paixão pela nossa bebida favorita.

A boa notícia é que já existem opções, nacionais e importadas, pensadas para enfrentar, em iguais condições, o domínio das Pilsen, Ale, Lager…

Em termos de variedade, o mundo do vinho tem tantas possibilidades quanto o universo cervejeiro. A propósito, alguns filólogos advogam que o vinho nada mais é que uma cerveja de uva. Se pedirmos auxílio à Antropologia, fica claro que grãos fermentaram antes de uvas, colocando a “cerva”, talvez, como a mais antiga bebida fermentada.

A primeira possibilidade que vem à mente são os Espumantes. O aspecto é bastante semelhante, mas difere em termos de sabor e de efeitos colaterais: é bem mais alcoólico.

Brancos tranquilos como Chardonnay, Sauvignon Blanc ou Torrontés, vinhos facilmente encontrados em nosso território, podem desempenhar o papel de animador de blocos ou bailes sem fazer feio a nenhuma outra bebida.

Mas o nosso destaque vai para os rosados, sejam espumantes ou não. Nada combina mais com os festejos de momo do que uma taça com um bonito vinho rosé.

Por outro lado: “Houston, we have a problem”!

A célebre frase dos astronautas da Apollo 13 cabe perfeitamente aqui: garrafas de vidro, saca-rolhas e taças de cristal são totalmente incompatíveis com manifestações populares e expressamente proibidas em bailes carnavalescos.

Entretanto, uma outra frase vem nos socorrer, desta vez bem nacional, de autoria de D. Pedro de Alcântara:

“Se é para o bem de todos e felicidade geral da Nação…”

Onde acrescentamos: “já existe vinho em lata, nacional e importado”.

Beleza!

A vinícola Giaretta, sediada em Guaporé, RS, produz três espumantes, nesta embalagem, com o sugestivo nome de OVNIH, um anagrama da palavra vinho, ou Objeto Vinífero Não Identificado.

O refrescante trio é composto por um espumante branco e outro rosado, ambos brut e um demi-sec elaborado com Moscatel. Dentro de uma faixa de preço compatível com o bolso de qualquer folião, tem tudo para se tornar uma nova mania.

Para saber mais, clique aqui: OVNIH

Com o divertido slogan “Mais vinhos, menos regras”, uma das pioneiras do vinho em lata, a australiana Barokes Wines, trouxe para o Brasil uma coleção de latinhas vínicas.

A coleção completa é composta de quatro espumantes e dois vinhos tranquilos:

– Espumante tinto brut (Cabernet, Shiraz e Merlot);

– Espumante rosado brut;

– Espumante branco brut (Chardonnay, Semillon);

– Espumante demi-sec Moscatel;

– Corte tinto de Cabernet, Shiraz e Merlot;

– Corte branco de Chardonnay e Semillon.

O preço também é acessível.

Para saber mais, clique aqui: BAROKES

Com relação à qualidade, ambos os produtos são corretos e dentro do esperado. São vinhos divertidos e refrescantes. Boa pedida para o carnaval.

Evoé!

Saúde e bons vinhos!

Vinho da Semana: para a turma do sofá e ar refrigerado, que prefere ficar assistindo o carnaval pela TV, temos esta deliciosa opção.

BRISE MARINE ROSÉ MEDITERRANÉE – $

Um vinho frutado, leve, fresco e fácil de beber e com uma linda tonalidade rosada. Simplesmente delicioso.

Vai bem com: Peixe frito, Salames mais salgados, Torta salgada de cebola e anchovas, Salmonete, Bruschetas, Crostines e Canapés, Embutidos e Frios, Pão ou Torrada com Pastas Diversas, Salada de Legumes e Salgadinhos.

Compre aqui: Casa Rio Verde

Notícias Relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *