Vinho no Dia dos Pais

Imagem de Harry Strauss por Pixabay

O Dia dos Pais é mais uma daquelas datas comemorativas que visa, basicamente, incrementar as vendas no comércio. No Brasil é comemorada no segundo domingo de agosto (11/08/2019).

A escolha desta data foi em função do dia de São Joaquim, o Patriarca das Famílias. Em outros países esta comemoração pode cair em outra época. Por exemplo, nos EUA é comemorado no 3º domingo de junho. Portugal, Espanha e Itália, países com forte tradição católica, preferem comemorar no dia de São José.

Basta a data se aproximar para que a caixa postal deste site sobre vinhos fique entupida de ofertas para presentear nosso pai com vinho, de todos os tipos, formatos e preços.

É tamanha a quantidade de sugestões que nos leva a pensar sobre o real significado de celebrar esta data com um presente vínico, que pode ser, em lugar de uma garrafa, um belo acessório como taças, saca-rolhas, aeradores ou decantadores.

Quem resolver embarcar nesta ideia tem que responder a uma questão primeiro: seu pai é um apreciador desta incrível bebida ou é você que busca iniciá-lo numa nova aventura?

Para cada resposta acima há um caminho a ser seguido.

Presentar um pai Enófilo é uma tarefa árdua, podendo sair caro se escolhermos um vinho mais famoso. Neste caso, repor as taças velhas ou quebradas pode ser mais simpático. Mas acaba sendo um presente para a casa. Sua mãe agradece…

Outros acessórios são sempre bem-vindos e há uma infinidade deles. Fujam das bobagens em concentrem no que pode ser usado efetivamente. Um bonito saca-rolhas, com um cabo de madeira, estilo Sommelier, o fará lembrar deste presente por muitos anos.

Para o pai iniciante, um kit que contemple um vinho, uma taça, ou melhor, duas taças, já que vamos degustar com ele, e um saca rolhas seria perfeito.

Mas a escolha do vinho é o ponto chave.

Não precisa ser sofisticado, mas tem que oferecer um belo conjunto de aromas e sabores. Pensem num tinto de corpo médio, pelo menos, bem equilibrado, não importando muito se veio do velho ou novo mundo.

Um bom exemplo, que iniciou muitos dos apreciadores atuais, seria um Dolcetto d’Alba. Se o custo for alto, que tal um bom Merlot chileno, argentino ou brasileiro?

Opções, nesta linha, não faltam.

Mas será que presentear com um vinho é tão importante assim?

Aqui vai uma última sugestão: Convide seu pai para um almoço ou jantar, num bom restaurante. Ofereça uma taça de vinho para acompanhar o prato escolhido. Mostre suas habilidades escolhendo o vinho ou conversando com o Sommelier da casa, se for o caso.

Qualquer destas opções vai impressionar o “velho” e é isto que ele quer ver.

Este é o grande presente!

Saúde e bons vinhos!

Notícias Relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *