Portugal 2018/2019 – Um resumo

Quatro anos após a última visita, retornamos às terras lusitanas para um novo passeio. Desta vez o objetivo não era apenas o Enoturismo. Pelo contrário, havia um viés muito mais turístico que nos levou a conhecer diversas cidades deste encantador país.

Visitamos quatro vinícolas: Luís Pato, na Bairrada, Quinta do Bonfim, no Douro, Quinta do Gradil, na antiga Extremadura – hoje Lisboa – e Caminhos Cruzados, no Dão. Ainda tivemos tempo de visitar a Calem, em Vila Nova de Gaia, uma das muitas Caves de Vinho do Porto. Visita que recomendamos por ser muito bem organizada e interessante.

A imagem ilustrativa desta semana mostra um pouco dos vinhos provados durante a nossa estada em Portugal. Vinhos que nos acompanharam nas celebrações de fim de ano ou simplesmente harmonizaram algumas das excelentes refeições feitas nos mais diversos estilos de restaurantes, fosse no Porto, Aveiro, Guimarães, Peso da Régua, Sintra ou Lisboa.

Para saber um pouco mais sobre cada um deles, acessem a minha página do Vivino: www.vivino.com/users/tuty.pi

Nem todos os vinhos estão comentados, mas, como num bom Boletim, lá estão as notas… (nota máxima = 5,0)

Visitamos outras cidades, sempre encantados com a hospitalidade portuguesa e com alguns passeios icônicos que só aquele país poderia nos proporcionar: Coimbra, Viseu, Mealhada, Braga, Tomar, Óbidos, Seia, Vila Real, Pinhão, Mafra e Santarém.

Não vou comentar, neste espaço, toda esta viagem. Mas vou reservar umas poucas páginas para mostrar como foram as visitas nas vinícolas já citadas e falar de alguns vinhos degustados que ficaram na memória.

As comemorações de Natal e Ano Novo foram ótimas oportunidades para degustar alguns espumantes da terrinha. Eis a lista:

Caves São João Reserva Bruto – Bairrada, 5€;

Regou a nossa divertida Ceia Natalina na nova residência dos Bretas. Tezy e Chris foram mais que anfitriões. Este espumante, com um preço muito em conta, nada fica devendo aos nossos melhores exemplares.

Os três espumantes, a seguir, foram consumidos no Ano Novo, chez Carol Bocayuva.

Murganheira Reserva Bruto – Távora-Varosa – 9€;

Outro ótimo espumante com boa relação custo/benefício. A Murganheira é considerada como a grande produtora deste tipo de vinho em Portugal.

Soalheiro Alvarinho Brut – Monção/Melgaço – 13€;

Este é um espumante da região dos Vinhos Verdes. A marca Soalheiro é uma das referências internacionais de ótimos vinhos brancos, elaborados com a casta Alvarinho.

Era uma boa aposta, mas não correspondeu às nossas expectativas. Muito frutado, parecendo um demi-sec. Foi totalmente superado pela próxima garrafa, da mesma região, mesma casta, mas outro produtor.

Valados de Melgaço Reserva Alvarinho Extra Bruto – Monção/Melgaço – 22€;

Simplesmente o melhor de todos. Caro, sem dúvida. Foi recomendado por uma Sommelière da área gourmet do famoso “El Corte Inglés”.

Pequena produção e quase que uma exclusividade desta loja.

– Murganheira Super Reserva Bruto – Távora-Varosa, 11€.

Outro ótimo espumante que foi degustado em Lisboa. Presente do grande amigo Joel Braga.

Simplesmente perfeito e com ótimo preço.

Saúde e bons vinhos!

Dica da Semana: ainda está em férias…

Notícias Relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *