Chefs, Cozinheiros e Eu – I

A primeira convidada é a Chef Ana Maria Florião.


O BUFFET ANA FLORIÃO nasceu em 1995, com a ideia de conciliar sabor, praticidade e serviço impecável. Com formação culinária familiar junto com a prática de 12 anos na área financeira administrativa, e com reciclagens na Ecole Lenotre, Paris, vem desenvolvendo um trabalho com resultados extremamente satisfatórios.

A preocupação com cada detalhe, dispensa atenção desde a origem dos alimentos até o visual final.

O atendimento criterioso e personalizado, a criatividade nos cardápios, o olhar sobre os mínimos detalhes, uma solução para cada orçamento faz com que o resultado seja medido na preferência de uma lista de clientes fiéis.

Atendemos organizando:

– Cafés da manhã, coffee breaks

– Almoços e jantares

– Coquetéis volantes e de mesa montada

– Jantares degustação – com mini porções

– Cardápios temáticos: italiano, árabe, alemão, botequim brasileiro…

– Churrasco

– Encomenda de trufas – à granel ou embalagens para presente

A arte de cozinhar junto com profissionalismo fará de seu evento um momento inesquecível!!

Alguns de nossos clientes corporativos: American Airlines; IBP; MHS; SPE; Sistema FIRJAN.

Contato: (21) 3344-0256 / (21)2286-2456 / (21)99101-0255

A Chef Ana me enviou algumas receitas, todas deliciosas, o que dificultou a escolha de qual seria apresentada aqui. Optei por uma que é um bom desafio para harmonizar.

BOLO DE FIGO COM CHÈVRE E PARMA

Receita de fácil execução e que fará um efeito maravilhoso em sua ceia!

Ingredientes:

Considere 1 figo por pessoa e ao final acrescente mais 20% para ter folga.

Bolinhas de Ecole Lenotre– mesma quantidade do figo

Parma em torno de ½ Kg

Modo de fazer:

Lave e descasque os figos. Corte-os ao meio somente de um lado de modo que consiga rechear com o chèvre. Aperte para o figo voltar a ficar “fechado”.

Unte uma forma, de preferência de pudim com furo no meio, com azeite. Vá colocando os figos lado a lado, bem juntinhos, bem apertadinhos.

A receita deve ser feita pelo menos com 15 figos para caber numa forma pequena.

Leve à geladeira.

Na hora de servir, cubra o prato onde será colocado com fatias de Parma. Desenforme o “bolo” e no buraco da forma coloque também o Parma restante.

Sucesso garantido!!

Harmonização:

Temos três ingredientes: figos, chèvre e o Parma, que vai reger esta harmonização. A fruta pode acrescentar alguma doçura, dependendo de sua maturação e qualidade.

Clássica:

Espumante Prosecco di Treviso D.O.C. Salatin Brut

A combinação italiana por definição é com um bom Prosecco Brut. Por ser mais frutado que outros espumantes se torna o par ideal para o presunto de Parma.

Compre aqui: www.vinhosite.com.br

Contemporânea: 

Tenuta di Campriano Chianti DOCG – Buccia Nera

Um contraponto, ainda bem italiano, é combinar o delicioso Parma com um Chianti, tradicionalíssimo tinto elaborado com a casta Sangiovese. Os sabores herbáceos, frutados e de especiarias, combinados com as notas salgadas das carnes curadas é o equilíbrio ideal.

Ousada:

Don Laurindo Malvasia de Cândia

A casta Malvasia produz ótimos vinhos, seja em cortes ou sozinha. Muito comum na região de Parma. Uma alternativa para os que não apreciam vinhos espumantes.

Saúde e bons vinhos!

Notícias Relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *