Regina Duarte veio para estraçalhar a divisão até então existente entre lulopetistas e bolsonaristas

Imagem: Arquivo Google – Foto/Reprodução TV Globo

Agora somos um país muito mais plural. Temos

Os lulo-petistas;
Os bolsonaristas;
Os que torcem por Regina Duarte na Cultura mas acham que não vai dar certo;
Os que torcem por Regina Duarte na Cultura mas acham que vai dar certo;
Os que torcem por Regina Duarte na Cultura mas acham que pode ser que dê certo;
Os que torcem por Regina Duarte na Cultura mas acham que pode ser que não dê certo;
Os que torcem desesperadamente para que Regina Duarte na Cultura não dê certo;
Os que acham que Regina Duarte é de direita mas não é fascista;
Os que acham que Regina Duarte é tão de direita que quase chega a ser fascista:
Os que têm absoluta certeza de que Regina Duarte é mais fascista que Benito Mussolini.
Os que acham que Globo é filha da puta e demitiu Regina Duarte no JN.
Os que acham que a Globo fez bem em noticiar que Regina Duarte não trabalhará mais para a Globo.
Os que estão bravos porque Regina Duarte fez sumir do noticiário o livro da Thaís Oyama.
Os que estão eufóricos porque Regina Duarte fez sumir do noticiário o livro da Thaís Oyama.
O Carlos Bolsonaro que acha que Regina Duarte é comunista;
E mais uns 37 grupos que têm cada um suas opiniões específicas sobre Regina Duarte.

Viva a diversidade! E viva Regina Duarte, que não chega a ser uma solução, mas é uma rima!

Notícias Relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *