O dia de hoje

Hoje acordei como o dia. Nublada. Via tudo em preto e branco. Calcei o tênis e sai por ai.

Caminhando pelas ruas do meu bairro. Fui indo e cheguei na Cinemateca. Entrei e continuei a andar.

Só que o espaço livre é pequeno, menor que eu pensava. Conheci uns jovens que imaginei serem fotógrafos. E eram.

Começamos um papo sobre fotografia e acabamos falando do local. A Cinemateca é um dos locais mais bonitos pela sua arquitetura e restauração onde o antigo permaneceu e uns toques de modernidade casou super bem ali.

Só que vive vazia. Os porteiros não têm nem o que fazer. O bombeiro idem.

Fiquei imaginando ali um bistrô super transado com comida gostosa e um café. Tudo nos moldes atuais. Wifi. Coworking. Enfim, espaço é que não falta.

O que vocês acham?

Tem espaço para estacionar um monte de carros.

É ainda por cima sai de lá vendo tudo colorido.

Um dos fotógrafos que conheci lá tirou uma foto que gostei muito e coloco aqui para vocês. Uma escultura a céu aberto dentro dos jardins da Cinemateca da autoria de Gilberto Salvador chamada A Concha.

E viva o Brasil. Juntos seremos fortes.

Notícias Relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *