10 Truques para aproveitar melhor o seu pendrive


Seu pendrive pode muito mais do que apenas armazenar arquivos e documentos. Descubra o quão versátil é o seu pendrive com essas 10 utilidades quase desconhecidas e truques.
Por Priscilla Kinast
O seu pendrive pode fazer muito mais coisas do que você deve imaginar. Ele é muito mais versátil do que você imagina, capacidades de empacotamento que vão muito além do armazenamento e da transferência de arquivos.
Esses truques pouco conhecidos podem ser utilizados por novatos e até pelos mais nerds. Com eles, você pode desde restaurar um computador infectado por vírus até lançar e executar aplicativos portáteis diretamente da unidade.
Conheça as nossas 10 principais formas de utilizar um pendrive no guia abaixo. Você ficará surpreso ao descobrir que o armazenamento de arquivos pode não ser a melhor forma de usar seu pendrive.
10 Truques para aproveitar melhor o seu pendrive
1. Use o seu próprio Google Chrome em outro computador
Há muitas coisas pessoais que você não imaginaria compartilhar com outras pessoas, como suas senhas ou sua escova de dentes. Você não precisa compartilhar o navegador da Web com outra pessoa. O Portable Apps, um site que coleta aplicativos que podem ser executados através de um pendrive, oferece o Google Chrome Portable, uma versão do Chrome que mora dentro do pen drive. Leia em destaque: Melhores mouses até R$ 300 (Fevereiro 2019).
É familiar e eficiente. Você pode usar em um computador compartilhado ou emprestado, e não afetará nenhuma versão do Chrome que já esteja na máquina.
2. Remover vírus
Se você souber ou suspeitar que um computador foi comprometido por um vírus, você pode usar um aplicativo portátil instalado em seu pendrive para verificar e remover o arquivo ou software malicioso.
O PortableApps oferece várias opções de antivírus portáteis, incluindo o ClamWin Portable, o McAfee Stinger Portable e o Spybot-Search & Destroy Portable. Instale-os no seu pendrive, conecte o pendrive ao computador e execute o antivírus para verificar e limpar a máquina.
3. Crie uma unidade de recuperação do Windows
Não espere até que o seu PC com Windows “dê pau”. Esteja preparado para qualquer problema no seu sistema operacional, transformando um pen drive em uma unidade de recuperação. Uma unidade de recuperação permite executar ferramentas de solução de problemas se a sua máquina com Windows possa ter, mesmo que o sistema não seja inicializado corretamente.
Como criar uma unidade de recuperação no pendrive?
Uma unidade de recuperação pode ajudar a solucionar problemas com seu computador, mesmo quando ele não iniciar. Para criar uma, tudo o que você precisa é uma unidade USB.
Na barra de tarefas, procure por Criar uma unidade de recuperação e selecione essa opção. Talvez você seja solicitado a inserir uma senha de administrador ou a confirmar sua opção.
Quando a ferramenta for aberta, confirme se Fazer backup dos arquivos do sistema na unidade de recuperação está selecionado e, em seguida, selecione Avançar.
Conecte uma unidade USB ao computador, selecione-a e, em seguida, selecione Avançar > Criar. Muitos arquivos precisam ser copiados para a unidade de recuperação, então, isso pode demorar um pouco.
Quando o processo for concluído, você poderá ver um link Excluir a partição de recuperação do computador na última tela. Se você quiser liberar espaço em disco no computador, selecione o link e selecione Excluir. Caso contrário, selecione Concluir.
Você pode precisar de pelo menos uma unidade USB de 16 GB se escolher a opção de fazer backup dos arquivos do sistema, mas isso permitirá a reinstalação do Windows, se necessário.
Uma vez que você tenha terminado de criar a unidade de recuperação, rotule-o e guarde o pendrive onde você poderá acessá-lo facilmente, se o seu computador parar de funcionar.
4. Jogos
Um pendrive pode armazenar muitos jogos. Basta conectá-lo em qualquer computador e se divertir. No site Portable Apps você pode encontrar uma lista enorme de jogos de pendrive completamente portáteis. Independente se você prefere xadrez, paciência, jogos retrô, sudoku ou corrida, você encontrará algo para passar o tempo. Isso também pode ser uma ótima maneira de manter as crianças ocupadas.
5. Privacidade total
O sistema operacional Tails tem um slogan intrigante: “Privacidade para qualquer pessoa, em qualquer lugar”. Você pode executar o Tails a partir de um pendrive, em um computador qualquer e manter sua atividade privada e anônima, agindo como um sistema operacional independente.
Você precisará de dois pendrives para a configuração inicial do Tails. Pode parecer um pouco complicado, mas o site do Tails o guiará pelo processo.
O Tails é uma ótima maneira de proteger sua privacidade ao usar computadores públicos ou um computador em que você não confia.
Também pode ser uma maneira de ocultar seus arquivos, se você estiver usando um computador compartilhado com sua família.
6. Deixar o Windows mais rápido
A Microsoft oferece há muito tempo um recurso pouco conhecido do Windows, chamado ReadyBoost. O objetivo é acelerar determinados processos em computadores que usam discos rígidos padrão. Embora isso possa oferecer benefícios para alguns computadores que executam o Windows 10, as pessoas com máquinas mais antigas, e aquelas que usam sistemas operacionais Windows anteriores, são as mais propensas a ver uma melhoria na velocidade.
Ele não funciona em computadores que usam o SSD, mas é ótimo para quem ainda está usando o HD. O ReadyBoost transforma o seu pendrive em um cache de disco rígido.
A Microsoft fornece instruções para configurar uma unidade ReadyBoost para o Windows 7, mas isso também funciona em versões mais recentes do sistema operacional. Vale a pena tentar, especialmente se o seu computador estiver lento.
7. Dead Drops
Dead Drops é a fala de espião para um método de passar informações secretas. O artista de Berlim, Aram Bartholl, iniciou uma tendência de pendrive “Dead Drops”, que desde então se espalhou pelo mundo.

As pessoas que participam deixam o pendrive em um local público. Os usuários do Dead Drop são encorajados a compartilhar seus arquivos favoritos, seja fotografias, poemas ou alguma outra criação.
Você pode descobrir como participar no site Dead Drops da Bartholl. E engana-se quem pensa que isso não tem no Brasil, pois no mapa abaixo, você pode ver que há em vários pontos do nosso país.

Lembre-se de que anexar seu computador a uma unidade USB desconhecida vem com muitos riscos de segurança em potencial, portanto, use um computador secundário apenas para as atividades do Dead Drops.
8. Use-o como chave para desbloquear seu computador
Você pode transformar um pendrive m uma chave que desbloqueia o seu computador Windows usando o software Predator. Baixe e instale o Predator no seu PC e em um pendrive. Uma vez configurado, o computador funcionará somente quando a unidade USB estiver conectada.
Ao remover o pendrive, a tela fica escura e o teclado e o mouse serão desativados. Conecte-o novamente para voltar ao trabalho.
O Predator pode ser usado em vários computadores, portanto, o mesmo pendrive pode desbloquear mais de uma máquina.
Você também pode ter vários pendrives para desbloquear o mesmo computador, para que todos em sua família (ou apenas alguns membros) possam desbloquear um determinado PC. O Predador tem um custo de US$ 10 (R$ 37,36) para sua edição doméstica.
9. Leve documentos importantes enquanto viaja
Os consultores de viagens sempre o aconselham a fazer backups de documentos importantes, incluindo seu passaporte, identidade, contatos de emergência, itinerário e confirmações de passagens e levar essas informações consigo.
Você pode imprimir cópias físicas de todos eles, mas também pode armazená-los em um pendrive e anexá-los a um chaveiro, transportá-los em sua bolsa ou carteira ou armazená-los em um local seguro em sua bagagem de mão.
10. Experimente o Linux
Você pode ter ouvido seus amigos nerds dizerem que o Linux, o sistema operacional de código aberto, é muito melhor do que o Windows. É possível usar um pendrive para inicializar o Linux sem sobrescrever o sistema atual.
Instale o Ubuntu na unidade flash USB
Há muitas distribuições Linux para escolher, mas no nosso exemplo, vamos instalar o Ubuntu usando uma máquina Windows. Seu pendrive deve ter pelo menos 1 GB de capacidade.
Passo 1: Baixe o ISO de 32 bits do Ubuntu 11.04 e o Instalador USB Universal. O arquivo ISO é chamado ubuntu-11.04-desktop-i386.iso e o instalador do Universal USB é nomeado Universal-USB-Installer-1.8.5.6.exe.
Passo 2: Clique duas vezes em Universal-USB-Installer-1.8.5.6.exe e, depois de aceitar o contrato de licença, selecione Ubuntu 11.04 na lista suspensa.
Passo 3: Navegue e selecione o arquivo ISO 11.04 do Ubuntu que você acabou de baixar.
Passo 4: Selecione a letra da unidade flash USB na qual você deseja colocar o Ubuntu (seu pendrive) e marque a caixa para formatar a unidade flash USB. Certifique-se de que o tamanho do arquivo persistente esteja definido como 0 MB e, em seguida, clique no botão Criar.
Passo 5: Confirme os detalhes da instalação e clique no botão Sim .
Executar o Ubuntu Live
Passo 1: Certifique-se de que o BIOS do seu computador esteja configurado para inicializar a partir de dispositivos USB, e insira a unidade flash USB em uma porta USB 2.0. Ligue o computador e assista ao boot no menu de inicialização do instalador.
Passo 2: No menu de inicialização do instalador, selecione “Executar o Ubuntu deste USB”.
Passo 3: Você verá o Ubuntu inicializar. A partir daqui, você pode configurar seu Wi-Fi e usar o navegador Firefox incluído para acessar a Internet.
Esperamos que você tenha gostado das dicas, e tenha achado novas utilidades para seu querido pendrive.
FONTE: OFICINA DA NET

Notícias Relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *