Um segredo de Polichinelo

//Reprodução

Desde 20 de maio de 2020, o paradeiro de Fabrício Queiroz era conhecido. O “Cadê o Queiroz?” tantas vezes repetido pelos brasileiros, já poderia ter sido respondido, principalmente pelo dono da casa onde ele se abrigava, Frederick Wassef. Mas não, ao contrário, sempre que alguém fazia essa pergunta a Wassef, a resposta era “não sei”. Mais ainda, o advogado Wassef garantiu que não falava há tempos com o amigo Queiroz, que a última vez teria sido quando Queiroz estava hospitalizado em São Paulo para uma cirurgia.

Curiosamente, foi na casa de Wassef, em Atibaia, SP, que Queiroz se recolheu no último ano. Mas Wassef de nada sabia… Assim como a Polícia, o Ministério Público, a Imprensa, ninguém afinal. Só quem sabia, e divulgou com fotos e publicações em suas redes sociais, foi Heloisa de Carvalho, filha do inacreditável Olavo de Carvalho, o tragicômico “filósofo” que faz a cabeça de Bolsonaro&Filhos.

Moradora de Atibaia, Heloisa fez uma foto diante da casa de Wassef com a legenda: “quem quiser achar o Queiroz, que venha a esta casa”. Isso foi em 20 de maio. Desde então, esse verdadeiro segredo de Polichinelo ronda Brasília, mas nem Polichinelo teve a audácia de esmiuçá-lo…

Queiroz e Jair Bolsonaro são amigos há mais de 25 anos. Hoje o capitão em sua live das quintas se referiu à prisão de Queiroz classificando-a como ‘espetaculosa’. Segundo ele, Queiroz não estava sendo procurado pela Polícia que, se precisasse mesmo falar com ele, bastava ter solicitado a sua presença. Tudo muito simples e decente, segundo o amigo Bolsonaro. Mas segundo o amigo Queiroz, a casa de Wassef, que está registrada na OAB como escritório de advocacia de seu proprietário, era um lugarzinho mais acolhedor e seguro para ele se abrigar e guardar seus segredos. Que foi o que ele fez…

Agora só nos resta aguardar como correrá o inquérito e o que Queiroz dirá ao Ministério Público sobre suas relações com Bolsonaro&Filhos.

Será que algum dia saberemos os segredos de Queiroz?

Fonte: Blog do Noblat

Notícias Relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *