Quebra de sigilo fiscal


Para variar O Globo, que eu não assino mais, enquanto dá uma nota sem destaque para a prisão de Zé Dirceu, treinado em Cuba e um dos mentores intelectuais da herança maldita que o novo governo está enfrentando, em manchete publica que o MP do Rio de Janeiro vê indícios de uma “organização criminosa“ no gabinete do atual senador Flavio Bolsonaro para justificar o pedido, concedido, de quebra do sigilo fiscal de Flávio Bolsonaro e outras 94 pessoas. Sim NOVENTA E QUATRO PESSOAS. Por causa de uma ”movimentação suspeita” de um funcionário , no valor de R$ 600 mil, contada duas vezes para dar R$ 1,2 milhão.
Como o sigilo fiscal do senador já havia sido quebrado ilegalmente, isso comprova que não encontraram nada de relevante. Sem falar dados foram ilegalmente obtidos não têm valor jurídico. A investigação é nula no Estado de Direito. Daí quebrarem agora, inacreditavelmente, o sigilo de quase CEM pessoas. Devem acreditar que quem procura, acha. Fizeram a mesma coisa com o Trump e deram com os burros n’água. É claro que se trata de perseguição política.
Sim, esse é o mesmo Ministério Público que não viu nada suspeito acontecendo durante os anos em que Sergio Cabral, aliado de lula, e sua gangue estiveram no poder roubando à vontade centenas de milhões. Tanto que quebraram o Rio de Janeiro.
O mesmo MP que não investiga com o mesmo rigor, os quase R$ 50 milhões movimentados pelos funcionários do ATUAL presidente da ALERJ. Mas ele é do PT. E outras dezenas de milhões movimentados no gabinete de outros deputados. Veja as imagens com os valores.
Agora vejo a esquerda caviar, aos berros, chamar o filho do presidente de ladrão. Os mesmos que nunca falaram nada do enriquecimento astronômico dos filhos do lula, nem nunca pensaram em investigar a filha da dilma e outros próceres da era lulopetista que começou com FHC.
Vejo as pessoas que elegeram o presidente Bolsonaro — a maioria dos brasileiros — cada vez mais revoltadas com esse comportamento ideológico da mídia e da esquerda caviar, tanto da área cultural que desviou BILHÕES via Lei Rouanet sem prestação de contas, como da área empresarial, que obteve BILHÕES do BNDES com juros subsidiados e empréstimos com mais de VINTE ANOS para começarem a ser pagos. O prejuízo é muito maior, na casa dos trilhões.
Para variar os ataques se intensificam para que as reformas não sejam aprovadas num congresso que se acostumou a VENDER os votos. Bolsonaro está certo em não interferir. Quem precisa ser criticado e desmascarado é o parlamentar que torce por quanto pior melhor, já que os seus privilégios estão assegurados. Não se deixem enganar. Mas antes de conseguirem, a extrema imprensa vai quebrar e seus jornalistas vendidos vão ficar sem emprego. Por enquanto estão muito otimistas, o que me lembra Winston Churchill que disse algo assim : otimista é aquele que fica alimentando o crocodilo com a esperança de ser comido por último.

Notícias Relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *