Brincando com fogo


Atualização: Rosa Weber outra vergonha — também do STF. Ela vota pela inelegibilidade mas a favor de Lula participar da campanha sub judice e de ter o nome nas urnas.
Ainda bem que foi voto vencido. É o voto da zorra total. E não usou a ONU para proferi-lo. Também rasgou a lei da ficha limpa. Ou seja é inelegível mas pode fazer campanha? É muita imoralidade.
Fachin vota pela candidatura do criminoso do Lula, que está cumprindo pena!!! Submeteu a soberania do Brasil ao brasileiro petralha da ONU, que fez uma recomendação que não vale nada ( literalmente): não há acordos internacionais que deem respaldo a essa decisão fake. E rasgou a Lei da Ficha Limpa. Fachin diz que Lula está inelegível, mas é preciso respeitar o comitê da ONU. Inacreditável.
Ou seja, o que acontece na 2a turma do Fachin perder sempre para Gilmar Mendes, Lewandowski e Toffoli é pura encenação. Estão desmontando a Lava-Jato protegendo os cúmplices.
E quem avalizou a candidatura do Fachin ao STF, depois do vídeo do Fachin fazendo discurso apoiando a eleição da Dilma em nome de juristas foi a múmia do Alvaro Dias, o “impoluto”.
Fachin foi o secretário de justiça do governo do Paraná quando Alvaro Dias foi governador. E apesar de não poder exercer outras funções no judiciário, Fachin advogou inclusive para o MST.
Joguem seu voto fora que estamos a um passo de virar uma Venezuela, só que bem mais violenta e ainda mais salafrária.
O brasileiro está brincando com fogo e desperdiçando voto em quem não tem a mínima chance de vencer.
Bom fim de semana. Lula vai apelar ao STJ e STF da decisão do TSE para fazer campanha sub judice (pagando os advogados com que dinheiro, você sabe?) e Rosa Weber votou a favor do Lula ter inclusive o nome nas urnas, apesar de declará-lo inelegível. Escancarou. Caíram as máscaras dela e do Fachin, se alguém ainda tinha dúvidas a respeito. O STF é bolivariano. Um perigo. Por isso,
Prefiro rosas, meu amor, à pátria,
E antes magnólias amo
Que a glória e a virtude.
Logo que a vida me não canse, deixo
Que a vida por mim passe
Logo que eu fique o mesmo.
Que importa àquele a quem já nada importa
Que um perca e outro vença,
Se a aurora raia sempre,
Se cada ano com a primavera
As folhas aparecem
E com o outono cessam?
E o resto, as outras coisas que os humanos
Acrescentam à vida,
Que me aumentam na alma?
Nada, salvo o desejo de indiferença
E a confiança mole
Na hora fugitiva.
—Ricardo Reis, in “Odes”
Heterónimo de Fernando Pessoa

Notícias Relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *