Dez pequenas humilhações nossas de cada dia

1 – Sabe aquele biscoito feito para quebrar certinho na metade – mas que sempre quebra errado?

2 – E você experimenta comprar a embalagem de queijo ou presunto abre-fácil, só para descobrir que ela sequer abre, muito menos fácil…

3 – Tem o sachê de sal ou açúcar que você manuseia com cuidado de ourives, mas que, ao ser delicadamente rasgado, esparrama o conteúdo por todo lado – menos onde você queria.

4 – Isso me lembra aquele anel para abrir lata de patê de atum que quebra na haste…

5 – Ah! E quando você lava toda a roupa, tira limpinha da máquina… apenas para descobrir que uma está secretamente embolada em outra – até cair no chão, que, obviamente, está imundo.

6 – Tem também o blister de cápsula de fórmula manipulada que, quando você rompe o blister, rompe TAMBÉM a cápsula.

7 – E a etiqueta de camisa que fica incomodando em contato com a pele? E quando você vai cortar na linha tracejada, inevitavelmente corta a camisa?

8 – A caixa de bombons … ah, a caixa de bombons que você compra e guarda para comer vendo aquela série – só para abrir e descobrir que o bombom que você AMA não veio dessa vez… ou pior: foi sorrateiramente COMIDO por alguém?

9 – Manja o alarme da roupa que você se certificou que a caixa desativou na hora da compra? Pois é. Vai tocar quando você sair da loja. Ou NÃO VAI tocar e você vai descobrir em casa, na hora que for vestir…

10 – E aquela barata gigante e cascudona que você descobre em sinistra tocaia e com olhar ameaçador em um canto da sala inacessível a chinelos? E você sai pé ante pé para pegar o inseticida, apenas para voltar e descobrir que ela se mandou para lugar incerto e não sabido?

É a lei de Murphy nossa de cada dia.

Notícias Relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *