Todos os Jeep terão versões híbridas e elétricas em 2022

A partir de 2022, toda a linha global de utilitários com a marca Jeep terá opções elétricas ou híbridas plug-in a disposição dos compradores, inicialmente nos EUA. A notícia foi divulgada ontem e está sendo exibida a partir de hoje no stand da FCA – grupo liderado pela Fiat – no mais importante evento de tecnologia do mundo, o Consumers Eletronics Show – CES, em Las Vegas.

Além dos off-roads elétricos, o conglomerado exibe também o carro conceito Fiat Centoventi – ao lado e abaixo, mostrado pela primeira vez no Salão de Genebra de 2019 –, que comemora os 120 anos da montadora italiana, é 100% elétrico e traz estilo e uma série de soluções que estarão nas ruas em um futuro bem próximo.

 

E também mostrará o projeto Airflow Vision (abaixo), um modelo conceito de “design escultural” que, segundo seus criadores, desenha algumas das linhas que marcarão a próxima geração de “transporte premium e de Experiência do Usuário (UX), levando em conta a interação de motorista e passageiros com as novas tecnologias. Em linhas gerais, a ideia do Airflow (seria uma homenagem ao Chrysler revolucionário dos anos 1930?) é dar ao carro luxo, conforto e recursos dignos de uma viagem de primeira classe. É, também achei essa “viagem” um pouco delirante, mas tudo bem, a CES é pra isso mesmo.

Para destacar a evolução energética de seus modelos, a Jeep criou até um novo emblema (mais abaixo), com a sigla “4xe”. De certa forma, o fato de a tradicionalíssima Jeep começar a migrar dos combustíveis para os elétrons é (mais) um marco na indústria automobilística e, mais do que isso, um sinal bem visível de essa será a tendência e o caminho para todos os fabricantes nos próximos anos. Se até aqui a imensa maioria dos protótipos e lançamentos eletrificados era de veículos de passeio “normais”, agora os utilitários – incluindo as grandes picapes – de emissão zero começam a se tornar mais comuns.

Aqui no Brasil, a linha da marca Jeep é composta atualmente pelos modelos Renegade, Compas (ambos fabricados em Pernambuco), Wrangler e Grand Cherokee Limited (esses, importados), e é provável que a novidade demore um pouco mais para chegar, mas chegará.

Fonte: Rebimboca/O Globo

Notícias Relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *