Felicidade é um estado de espírito


Com humildade e extrema disciplina, contemplo este momento em gratidão tornando-me a fonte primordial da minha própria paz.
Ao reconhecer, em meus defeitos, que somos todos perfeitamente moldados para exercer a nossa missão de vida, entendo que qualidades e defeitos são rótulos estabelecidos por culturas e crenças.
Não define quem somos, mas como nos enquadramos em tais regras.
Recuso-me a me deixar abater – ou envaidecer – pelo julgamento de terceiros.
Declino o convite para uma batalha de egos, sorrindo com a mesma gentileza com que trato minhas limitações, pois também sou eu uma aprendiz da minha própria existência.

Notícias Relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *