O alegre funeral

No meio da sala, o caixão, em madeiras negras brilhantes e metais acobreados. O caixão do morto tinha um morto, dentro. Pálido, barba de dois dias, composto e sério. Um…

Continuar Lendo

Granada sem pino

Estou enjaulado em meu apartamentinho. Na TV, sou bombardeado pelos avisos que me ensinam a lavar as mãos. “Não socialize, fique longe de todos, o perigo é iminente, o coronavírus…

Continuar Lendo

Ser ladrão é quase natural

Um macaco rouba a banana de outro, a hiena arranca um pedaço de carne dos dentes de outra… E os homens vão tentando mudar esse estado de selvageria , num…

Continuar Lendo

Um táxi chamado Brasil

Parece um assunto menor. Na frente do prédio onde moro, do outro lado da rua, tem um ponto de táxi. Por causa de uma árvore gigantesca, as raízes levantaram um…

Continuar Lendo

A patuscada do Cid Gomes

Num surto patriótico, ou alcoólico, não sei, ele tentou entrar, num quartel montado numa retroescavadeira. O evento ocorreu em Sobral, Ceará, onde dizem que o valente senador posa de rei.…

Continuar Lendo

Junk Food

Quero ser ladrão de mim mesmo e te dar cada pedaço meu devidamente cortado e para presente embrulhado. Meu fígado quer ele bem passado com cebolas temperado? Minha mão escolha…

Continuar Lendo

Metade da Terra (um conto… um conto?)

Imagem: Arquivo Google – Portal Amazônia Metade fica no escuro. A outra metade, se vista de uma estação orbital, fica rebrilhando ao sol. Mas nem sempre o globo terrestre se…

Continuar Lendo

Quem sai aos ratos, não degenera…

Foto: Arquivo Google – Poder360 Ela falou as maiores barbaridades na tv americana, acusando o Bolsonaro em inglês, na PBS – Public Broadcast Service. O nomezinho da sabotadora viciada em…

Continuar Lendo

Auschwitz e Tito

Foto: Arquivo Google – Carta Capital Eu, Diogo Mainardi, escrevi um livro sobre meu filho Tito, que tem paralisia cerebral. Num determinado momento, tratei do programa de eutanásia nazista, o…

Continuar Lendo

A farsa dos programas evangélicos

Foto: Arquivo Google – Notícias Gospel A bispa que fala como se estivesse sempre chorando. O outro, com chapelão de cowboy, fala acaipirado e que com a mão esquerda dá…

Continuar Lendo