Yvonne Dimanche
Funcionária do Banco do Brasil aposentada, escritora por prazer e uma das primeiras colaboradoras de O Boletim.

Psicologia de boteco

Todas as manhãs eu faço vários joguinhos envolvendo palavras. Eu gosto muito, mas às vezes eu empaco, deixo de lado, vou fazer outra coisa e depois retorno. Então, aquilo que…

Continuar Lendo

Eu e minhas bobagens

Certa vez maridão e eu comentamos que, caso caíssemos em desgraça e fôssemos morar debaixo da ponte, o nosso cantinho ia ser uma graça. Estamos morando em um apartamento menor…

Continuar Lendo

A história do biscoito Globo

O ícone carioca, quem diria é paulista ! Biscoito Globo, sal e doce! O famoso e delicioso Biscoito Globo nasceu há mais de 50 anos, em uma padaria de Botafogo.…

Continuar Lendo

No que eu estou pensando Facebook?

Foto: Arquivo Google – Jornal da Record – R7.com Que o mundo está doido. Já estava até me acostumando com silicone, botox e outras loucuras femininas, mas cirurgia plástica nas…

Continuar Lendo

Síndrome do pânico

Bem no início dos anos 1980 fiz uma viagem de avião a SP. Ao meu lado um rapaz visivelmente transtornado. Uma sexta-feira com aquelas chuvas de verão. A aeromoça no…

Continuar Lendo

Qual professor marcou a sua vida?

Eu tive duas: 1) Dona Maria Luisa que me preparou para o exame de admissão. Não era lá muito simpática ou carinhosa, era apenas uma professora que exigia o máximo…

Continuar Lendo

Eu e Marco Polo

Um dos amores da minha vida foi Marco Polo. Tenho outros reais ou de ficção, como Alexandre, o Grande e Zorba, o Grego, mas voltemos ao MP. Comprei o livro…

Continuar Lendo

Cada um sabe de si

Amigos, não quero fazer a cabeça de ninguém, mas esse mundo anda meio chato com a alimentação. Eu, tu, nós e as torcidas do Flamengo e do Corinthians sabemos o…

Continuar Lendo

Uma ida ao Taberna Atlântica

Aí, em uma tarde de sábado, mesmo triste e chuvosa, você resolve ir ao Restaurante Taberna Atlântica na Praia do Leme com pessoas queridas. Aí, você imagina que vai ser…

Continuar Lendo

Minha homenagem a uma menina morta

Tequinha, você talvez nem se lembra mais de mim. Sou a Yvonne, irmã do Guy que morava no apartamento 303 e você e os seus irmãos Paulinho e Rosângela no…

Continuar Lendo