Walter Navarro
Escritor, jornalista e roteirista publicitário. Foi colunista do jornal O Tempo, em BH. Tem suas colunas publicadas também nos sites USINA DAS PALAVRAS e EL THEATRO.

Porcos, diamantes, pérolas e lama

Tem uma frase injusta pichada num muro perto da minha casa: “Já não se pode distinguir homens de porcos”. Ou vice versa. Ainda bem que está descascando. Acho uma injustiça…

Continuar Lendo

No país de Tullius Detritus

Basta de otimismo! “Desolé”, mas, Godot perdeu o bonde. Não vem mais, cancelou, tinha dentista em Damasco. Godot vai atrasar um pouquinho, mas não vai chegar. Como ri o Woody…

Continuar Lendo

Deuses e diabos nas terras do sol

Há um mês, em Lisboa, escrevi sobre David Bowie que acabara de pegar um trem para as estrelas negras, em Nova York. Ele merece e não só porque morreu. É…

Continuar Lendo

Quando eu era obrigado a ser feliz

Tenho a estranha mania de não gostar de Natal, Réveillon e Carnaval, entre outras datas nostálgicas. Dá vontade de estar com todo mundo e, no fim, é a maior solidão,…

Continuar Lendo

Lula me convidou para jogar Criminal Case

Diogo Mainardi, no Manhattan Connection, achava que Lula seria preso no triplex do Guarujá. Agora está em dúvida cruel e atroz, porque a maravilha pode acontecer também no sítio de…

Continuar Lendo

A culpa é da estrela

Mentira, a culpa é do Lula, logo, ele bota a culpa em quem quiser: no FHC, nas elites brancas de olhos azuis (ou verdes, ou ardósia como os do Chico…

Continuar Lendo

Preguiça, ingrisia e jujubas

Preguiça não é pecado, é doença. “Se foi pra desfazer, por que é que fez?”. Eu estava tão feliz em Paris e Lisboa, por que tive que voltar pra PTlândia?…

Continuar Lendo

Cerejas francesas, lichias de Madagascar

Gostaria de voltar ao 24 de dezembro de 1981, véspera de minha primeira viagem à França e fora do Brasil. Mas, além de impossível, isso é coisa de Cristiano Ronaldo…

Continuar Lendo

Feliz 2018

Bonjour e caviar para todos; bom dia e Champagne para o resto. Fiquem tranquilos porque sentei-me e esperei a vontade de fazer uma retrospectiva 2015 passar. Aliás, retrospectiva pra quê?…

Continuar Lendo

O Melhor lugar do mundo

As pessoas são tão estranhas… Principalmente em dezembro. Falam coisas bizarras como “Feliz Natal, Feliz Ano Novo”… Boas entradas a todos e vocês sabem exatamente o que vai entrar e…

Continuar Lendo