O fim do mundo tal como o conhecemos

Foto: Google – Blasting News Vocês lembram do filme “O Sexto Sentido”, com Bruce Willis e o garotinho? A maioria das pessoas assistiu a toda a ação sem perceber a…

Continuar Lendo

Quem transformou a cultura brasileira em deserto?

Ontem escrevi um texto em homenagem aos 79 anos de Ney Matogrosso. E várias pessoas comentaram, citando suas músicas preferidas, e eu próprio ouvi várias durante a feitura da postagem.…

Continuar Lendo

Essa é a imagem mais bonita que você vai ver hoje

Foto: James Gifford Era só mais um dia para o guarda florestal Andre Bauma, no Parque Nacional de Virunga, no Congo. Andre enfrenta de tudo – desde um trabalho pouco…

Continuar Lendo

Sério?! Que o cara que grita Loola Livre tem uma coleção de discos de vinil do Chet Baker?

E não me diga que o político faz leilão de livros para ajudar animais de rua?! Ah, mas nem vem que o torcedor do time adversário cuida da mãe velhinha,…

Continuar Lendo

Não, a Educação brasileira não é uma piada

Nem daquelas sem graça que a gente ri só por… educação. Fui professor no Rio de Janeiro por 20 anos. Minha carreira no magistério atravessou os mandatos de, dexovê aqui,…

Continuar Lendo

Eu sou careta

Sempre fui. Apesar da minha aparência, digamos, rústica – incluam no pacote as 12 tatuagens, a altura, barba e tals – e que leva as pessoas à errônea conclusão de…

Continuar Lendo

Quando vim morar no interior de São Paulo…

(Toda vez que começo um texto assim uma vozinha interior gozadora começa a cantar aquela música da Gabriela: “quando eu vim para este mundo/ eu não atinava em nada/ hoje…

Continuar Lendo

Hoje é Dia do Homem

Ou melhor: hoje é dia de Bridger Walker Dia do Homem em 15 de Julho é daquelas coisas que só tem no Brasil, como socar ovo de codorna, purê e…

Continuar Lendo

Apenas um cara do século passado

Eu sou só um cara do século passado, quando as coisas eram mais simples. É uma sensação curiosa e melancólica perceber que, mesmo em meio à abundância material extrema, a…

Continuar Lendo

“Quatro pernas bom, duas pernas ruim!”

Esse era o grito das ovelhinhas de “A Revolução dos Bichos”, de George Orwell, até hoje a sátira mais certeira a todos os regimes totalitários. Imagem: Google – Conhecimento CIentífico…

Continuar Lendo